Hemorróidas: Esclareça 7 dúvidas sobre ela

Elas geram um grande desconforto, porém, é muito difícil ouvir alguém confessar que as tem. As hemorroidas ou doenças hemorroidárias,  são veias da região do ânus que ficam dilatadas, como varizes. O problema não é grave, mas deve receber cuidados especiais. Por isso, a necessidade de quebrar preconceitos e procurar ajuda médica.

 – quais as principais causas das hemorroidas?

“Elas aparecem por uma predisposição física, ou seja, a pessoa apresenta tendências a ter os vasos sanguíneos dilatados, como as varizes das pernas.
Fatores como alimentação inadequada, esforço excessivo na evacuação e intestino preso podem contribuir com a predisposição, mas nada disso vai causar o aparecimento da hemorroida”, explica o cirurgião do aparelho digestivo Alexandre Sakano.
Ainda segundo o especialista, a gestação é outro fator que pode causar a doença, devido ao aumento da pressão dos vasos sanguíneos da região pélvica para receber o bebê.
O parto normal também pode desencadear o problema por causa do esforço necessário durante o parto.

 – Medicamentos orais e pomadas ajudam na cura ou só aliviam os sintomas?

De acordo com o cirurgião, os medicamentos orais e pomadas atuam apenas na dor, quando ocorre a inflamação das hemorroidas; no controle dos sintomas; e melhoram a circulação nos vasos dilatados, reduzindo o volume. A cura da doença só é possível por meio da retirada dos vasos doentes com cirurgia ou outros procedimentos médicos.

 – Uma vez feita a cirurgia, o paciente pode voltar a ter o problema?

“Mesmo após a cirurgia, o problema pode voltar sim, pois novos vasos sanguíneos podem dilatar formando outras hemorroidas”, ressalta o especialista.
O ideal é que, após a cirurgia, a pessoa tenha hábitos alimentares bastante saudáveis, para que o intestino funcione bem, sem grandes esforços na hora de ir ao banheiro, o que evita que o problema volte.

Veja também:   Porque os remédios mudam a cor do xixi?

 – Quem tem hemorroida pode consumir pimenta?

“Em geral, quem tem o problema apresenta uma piora dos sintomas com a ingestão de alguns alimentos, entre eles, bebidas alcoólica, pimenta e outros condimentos, pois provocam dilatação dos vasos sanguíneos da região anal”, explica o cirurgião.
 Assim, deve-se evitar esses alimentos quando houver desconforto local; mas se não tiver sintomas, não há restrições.

 – Os homens sofrem mais de hemorroidas do que as mulheres?

Não. A proporção entre homens e mulheres que sofrem da doença é a mesma. A diferença é somente o possível aparecimento em mulheres durante a gestação.

 – Se o problema não for tratado, pode provocar doenças mais graves, como o câncer colorretal?

Sakano afirma que as hemorroidas não causam nenhum problema mais grave, não evoluem nem se transformam em câncer e tampouco aumentam a chance de ter um câncer na região anal.

 – Relação sexual anal causa hemorroida?

O especialista afirma que a formação de hemorroida ocorre devido a uma predisposição genética e a outros fatores desencadeantes, e, portanto, não tem ligação com o tipo de relação sexual.

Para saber mais:

  • Não existem dados precisos sobre a incidência no Brasil, mas segundo especialistas, as estimativas apontam que de 5% a 12% da população sofram com a doença.
  • A faixa etária com maior ocorrência do problema é entre 45 e 65 anos.
  • A doença pode causar desconforto como sensação de volume do ânus, dor, sangramento e, nos casos mais avançados, a saída das hemorroidas pelo ânus após a evacuação, tecnicamente denominado prolapso hemorroidário.
  • As hemorroidas podem ser curadas por cirurgias ou por procedimentos menos invasivos, como a ligadura elástica, que interrompe a circulação do sangue nos vasos inflamados.
    Também há a opção de cauterização com laser e uso de gás carbônico que “secam” os vasos.
  • Beba muita água, de 8 a 10 copos por dia e como muitos alimentos com fibra.
  • Mantenha-se ativo, realize atividade física, evite ficar sentado por muito tempo.
  • Tome banho morno de imersão.
  • Limpe a região do ânus com água morna evitando usar sabonete.
  • Tente não fazer força para defecar.
  • Aplique creme ou pomadas como hamamélis ou faça banho de assento com as folhas de hamamélis.
  • Quando sentar, sente-se numa almofada própria para hemorroida.
  • Evitar comer doces e alimentos fontes de carboidratos como arroz, batata ou massas.
  • Evacuar sempre que sentir vontade.
  • Evitar pegar peso, não fazer musculação.
  • Não ficar muito tempo sentado no vaso sanitário, pois isso é um dos fatores  de risco para o agravamento ou desenvolvimento das hemorroidas, pois os músculos da região anal podem tornar-se mais flácidos.
Veja também:   Carne vermelha realmente faz mal à saúde?

O que comer para hemorroidas

  • Grãos, cereais e beber cerca de 2 litros de água/dia
  • Verduras cruas e cozidas
  • Mamão, gérmen de trigo, manga
  • Pão integral, frutas cítricas como laranja, limão e nêspera
  • Melancia, abacate

O que não comer

  • Carnes
  • Pimenta
  • Misturar frutas ácidas com legumes
  • Leite, queijos
  • Enlatados
  • Comida pronta congelada
  • Refrigerantes, bebidas alcoólicas
  • Chocolate
  • Vinagre e outros temperos

.

Ao consumir alimentos ricos em fibras e manter o corpo devidamente hidratado as fezes tornam-se mais macias e saem mais facilmente, diminuindo a dor e o desconforto.

Artigos Relacionados