Saiba como ter um sorriso perfeito

Todo mundo quer ter um sorriso bonito. Conheça técnicas de como ter um sorriso perfeito.

Justamente por isso, a ideia de perder um ou mais dentes deixa qualquer pessoa desesperada. Mas, felizmente, com os avanços tecnológicos na área odontológica, não é mais preciso exibir um sorriso falho ou ter de usar as terríveis dentaduras no caso da falta de algum dente.

Como ter um sorriso perfeito?

Indicado para quem perdeu um ou mais dentes, o implante é um micro-cilindro de titânio colocado dentro dos ossos maxilares com a função de substituir a raiz e, assim, trocar a dentadura ou prótese parcial removível por uma prótese fixa.

“O titânio é um material biocompatível com o organismo, fixado cirurgicamente no osso, abaixo da gengiva, que serve de apoio para uma prótese”, diz a cirurgiã- -dentista Ana Paula Malagoni, da APM Clínica Odontológica (SP).
Geralmente, o processo acontece em duas etapas: a primeira envolve a colocação do implante e, após a osseointegração, a colocação da prótese.

 

Neste intervalo, que varia em cada caso, o paciente fica com uma prótese provisória, porém, dependendo da técnica escolhida, a definitiva pode ser colocada no mesmo tempo cirúrgico.

Os implantes dentários estão sendo tão bem aceitos como substitutos dos dentes perdidos que, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Médica, Odontológica e Hospitalar, no Brasil são consumidos 800 mil implantes e 2,4 milhões de componentes de próteses dentárias são consumidos por ano.

Implantes para um sorriso perfeito

Implantes convencionais

O que é: realizada no consultório, esta cirurgia, normalmente, é feita sob anestesia local. As incisões são feitas em locais previamente selecionados para a instalação dos implantes.
A gengiva é descolada, os implantes são posicionados no local determinado e, finalmente, recobertos pela gengiva ficando totalmente recobertos e protegidos.
Em seguida, é feita a sutura que é removida após uma ou duas semanas.

Veja também:   Lúpus tem Cura? Entenda está doença

Indicação: pacientes com perda precoce de um ou vários elementos, com agenesia dental (não formação de dentes) que passaram por tratamento ortodôntico.

Contraindicação: em casos onde o paciente tem algum problema de saúde sistêmico e fumantes.

Vantagem: pode ser realizada em qualquer região que tenha osso alveolar suficiente.

Desvantagem: o tempo de espera para osseointegração do implante pode variar de 15 dias a quatro meses.

Tempo de colocação da prótese: depois de três meses após a cirurgia de colocação do implante.

Implantes zigomáticos

O que é: com o paciente sedado e anestesiado, são feitas incisões nas gengivas para ter acesso à estrutura óssea para em seguida realizar-se o descolamento da mucosa para iniciar a perfuração do osso zigomático onde será fixados os implantes zigomáticos e convencionais. Por fim, área é suturada.

Indicação: para pacientes que usam prótese total, que não possuem dentes na região posterior da maxila ou quantidade óssea suficiente na região posterior da maxila para instalação de implantes convencionais.

Contraindicação: pacientes jovens, com impossibilidade de fixação de implantes convencionais anteriores para atuarem em conjunto com os implantes zigomáticos e em casos onde o enxerto for considerado a melhor opção.

Vantagem: não há a necessidade de enxertos e pode ser realizada em consultório.

Desvantagem: por ser uma cirurgia mais invasiva o tempo de cicatrização é maior.

Tempo de colocação da prótese: até três dias.

Implante unitário

O que é: “com anestesia local, realiza-se uma pequena incisão na gengiva do dente perdido por onde aloja-se o conector (pino) do implante de titânio no qual irá colocar a coroa que será ajustada para ficar isolada da mordida afim de não sofrer desgaste durante o sono e a mastigação”, explica o cirurgião-dentista Raphael Tricarico Neto, da MR Odontologia (SP).

Indicação: paciente com perdas dentárias por cárie, doença de gengiva (periodontia) ou trauma.

Contraindicação: paciente com necessidade de enxertos ósseos e de tecidos moles (gengiva e conjuntivo) ou quando doenças como diabetes e hipertensão não estão controladas.

Veja também:   Segredos para criar uma rotina para o bebê dormir

Vantagem: “esta técnica não desgasta os dentes vizinhos, devolve a função, a fonética e a estética”, diz a cirurgiã-dentista Ana Paula Malagoni, da APM Clínica Odontológica (SP).

Desvantagem: quando realizada por um profissional competente, qualificado e criterioso não há desvantagem.

Tempo de colocação da prótese: a provisória poderá ser colocada imediatamente após a colocação do implante. Já a prótese definitiva deve ser colocada após um intervalo que pode variar de três a seis meses após o implante, período que costuma demorar o processo de osseointegração.

Implante com carga imediata

O que é: “sob anestesia local, faz-se a incisão, deslocamento do tecido gengival e depois a incisão no local onde será instalado o implante”, explica o cirurgião-dentista Jose Jorge Silva, do Instituto J&J (RJ).

Indicação: pessoas que querem substituir sua dentadura e próteses moveis , com doenças de gengivas graves com mobilidade nos dentes ou que não possuem osso suficiente.

Contraindicação: pacientes que apresentam algum comprometimento sistêmico que esteja descompensado.

Vantagem: “não é necessário esperar seis meses para instalação da prótese e consequentemente não há a desagradável situação de utilizar desconfortáveis próteses provisórias durante este longo período”, diz o cirurgião dentista Mauricio Kajihara, da Arouca Odontologia (SP).

Desvantagem: não há.

Tempo de colocação da prótese: de dois a três dias depois da colocação do implante.

All on four standard

O que é: sob anestesia local, é feita uma incisão sobre a gengiva, no osso que suporta os dentes, para se ter acesso ao osso onde serão instalados os implantes convencionais para dar suporte a prótese total fixa.
“Depois de instalar os implantes, espera-se 24 horas para realizar a moldagem de transferência para confecção da prótese provisória através da carga imediata.
Desta forma, o paciente desdentado total com pouca reabsorção ou dentes condenados consegue em cinco dias estar reabilitado”, explica o cirurgião- dentista Camilo Lellis, da OdontologiaRM (SP).

Indicação: pessoas parcialmente ou totalmente desdentadas e que possuem ou não perda óssea.

Contraindicação: quem necessita de enxertos anteriores de maxila e tem falta de altura óssea mandibular.

Veja também:   Psoríase - Saiba o que é, suas causas e tratamentos

Vantagem: o paciente já sai da cirurgia com uma prótese em resina fixa aos implantes num procedimento rápido e seguro.

Desvantagem: não há.

Tempo de colocação da prótese: imediato.

Cirurgia guiada

O que é: realiza-se a guia tomográfica que será usada durante a tomografia para saber o correto posicionamento dos dentes em pacientes desdentados, depois as informações da tomografia são transferidas para um software 3D para que o caso seja planejado todo no computador para se chegar ao posicionamento exato dos implantes.
Essas informações são transferidas para um centro de produção e um guia cirúrgico que irá transferir exatamente o planejamento realizado no computador para que possa ser feito na boca.
“No dia do procedimento, o paciente recebe anestesia local, o guia é posicionado na boca e fixado com parafusos auxiliares para que fique na posição correta.
Não é necessário abertura da gengiva, pois as perfurações serão realizadas exatamente no local onde foi planejado”, explica o cirurgião-dentista Guilherme Oliveira Lopes, da Odontologia Estética Moema (SP).
Se atingido o torque necessário a prótese definitiva pode ser instalada no mesmo dia, uma vez que sabendo exatamente a posição dos futuros implantes esta prótese poderá ser realizada antes.

Indicação: pessoas que queiram mais segurança e rapidez no resultado dos implantes.

Contraindicação: pessoas que não possuem quantidade óssea adequada, porque neste caso é indicado optar por outra técnica ou colocação de enxertos.

Vantagem: o pós-operatório é melhor, a recuperação mais rápida porque não há a necessidade de afastamento da gengiva o que também diminui os riscos de infecções. Resultados previsíveis devido ao planejamento exato da colocação dos implantes evitando contado com nervos e demais estruturas vistas na tomografia.

Desvantagem: o custo da cirurgia aumenta de 10% a 20%, em média e não pode ser realizada quando não há osso suficiente.

Tempo de colocação da prótese: imediatamente, já que a prótese é previamente confeccionada.

Fotos de Sorrisos Perfeitos

fotos de sorrisos perfeitos

Artigos Relacionados

Saúde Próspera